Terras da Alvorada

Terras da Alvorada

Os caminhos que levam ao interior do estado de São Paulo geralmente oferecem boas surpresas aos que buscam boa qualidade de vida e um contato mais direto com a natureza. Usualmente ligados por ótimas autoestradas, estas regiões são sempre cercadas de muito verde, campos e serras. A região entre a capital paulista e a cidade de Campinas é igualmente rica, tanto no que diz respeito a qualidade das cidades quanto nas paisagens naturais.

Nesse contexto, implantado entre estas duas grandes cidades, nas proximidades de Jundiaí e Itupeva, foi criado o empreendimento chamado Terras da Alvorada. A cerca de 50km de São Paulo e a 30km de Campinas, aos pés da serra do Japi, a região naturalmente privilegiada se propões a oferecer uma excelente qualidade de vida, conforto e sofisticação aos privilegiados moradores. Com projeto paisagístico assinado por um dos maiores escritórios de paisagismo do país na atualidade, o Benedito Abbud Arquitetura Paisagística ficou com a responsabilidade de capturar a paisagem do entorno privilegiando cada integrante da família. As alamedas arborizadas se tornam excelentes cenários para passeios ao ar livre.

Nós do escritório, assumimos a responsabilidade de elaborar os conceitos arquitetônicos do empreendimento, incluindo a portaria de acesso ao condomínio e os complexos administrativo e recreativo. Seguindo as linhas tradicionais do escritório, e buscando a sofisticação e conforto de materiais como a madeira, o vidro e a pedra, conseguimos uma unidade visual dos edifícios comuns deste belíssimo residencial.

O Club House apresenta um programa completo que inclui spa, academia, lounges de estar com espaços gourmet e lareira, brinquedoteca completa, salão de festas, bar da piscina com forno de pizza, além de sinuca e jogos, sala de reuniões e um extenso complexo de piscinas diferentes para diversas práticas e idades, quadras esportivas e campos de futebol. Um grande pergolado em madeira se estende até a rua para proteger o pedestre que chega ao clube. O conforto térmico fica por conta dos grandes beirais e do teto transformado em jardim.

O edifício que abriga as atividades administrativas segue a mesma linha arquitetônica com beirais generosos, marcação da estrutura modulada em madeira e a harmoniosa utilização de materiais sofisticados.

O toque final talvez fique com a portaria de acesso principal ao condomínio. Dois volumes independentes, revestidos em pedra abrigam as funções de guarita e controle de entrada e saída do lugar. Uma imponente estrutura pergolada em madeira e coberta por vidro proporciona unidade ao pequeno complexo e também uma extrema leveza e sofisticação.

Com este projeto reafirmando mais uma vez a intenção do escritório de sempre tentar esta aproximação entre natureza e arquitetura, entre exterior e interior,  espaços sofisticados e aconchegantes com a utilização de poucos, mas ótimos, materiais.