Restaurante Tavares

Restaurante Tavares

A planta térrea do corpo principal do restaurante era antes composta de 5 salas, que foram demolidas e trasformadas em um grande salão, onde funcionam o bar e o lounge. Como se tratavam de paredes estruturais, a estrutura do térreo foi inteiramente reforçada com novas vigas e pilares metálicos – pintados de grafite. Ainda no térreo, um bloco de apoio foi criado, com sanitários pra o público, banheiro de deficientes, área de apoio ao bar, e escadas.

O grande salão formado é revestido [no teto e na parede atrás do bar] por um grande pergolado de madeira. Cada peça desse pergolado é reta e segue colocada em uma altura diferente, criando movimento sem o uso de peças orgânicas. Esse pergolado se estende para além das janelas laterais, criando beirais [com vidro] em cima de cada uma delas. O ripado de madeira também desce pela parede do bar, chegando até o chão. Entre o ripado e a parede do bar, foi colocado um voal que irá receber iluminação de diferentes tipos, criando um ambiente cênico. No andar superior da casa, tem-se 2 salas de administração, sala de reunião, banheiro privativo, e vestiário para funcionários.

Na área dos fundos, tem-se um grande espaço que recebe a cobertura de uma água em estrutura metálica. Essa cobertura é retrátil, possibilitando a abertura do espaço em dias de tempo bom. Nesse grande espaço fica o salão principal do restaurante [espaço com mesas]. Há ainda o bloco dos fundos do restaurante, onde estão, no térreo: área de cocção, área de lavagem [com separação de louças limpas e sujas], e depósito de material de limpeza. No andar superior do mesmo bloco tem-se: câmaras frias [3 no total], cozinha de pré-preparo [com devida separação da bancada de alimentos], depósito, e copa para refeição dos funcionários. Na lateral da casa está uma escada de serviço, que leva o funcionário até o vestiário da parte superior da casa principal. De lá ele cruza, por uma passarela metálica suspensa, o salão das mesas e chega até à parte superior do bloco da cozinha.

A casa original que abriga o restaurante foi conservada formalmente, mas o revestimento da fachada foi descascado, deixando o tijolo aparente. As únicas partes conservadas em massa branca foram os detalhes das janelas, e os adornos [que foram reconstituídos]. As esquadrias das janelas das fachadas são de madeira [como em casas coloniais originais]. A porta de madeira original da casa foi conservada – e painéis de vidro que correm foram adicionados onde havia a parede da porta. Há ainda uma lousa com as programações do restaurante – que corre juntamente com os painéis de vidro. Na lateral social do restaurante, ao lado de uma passagem, há um espelho d’água em declive – revestido em mosaico de pedra, como o próprio muro lateral.